Floresta plantada de Eucalipto. Foto: Leandro Taques.

Sala de Imprensa

Releases

Apre leva orientação sobre benefícios da floresta para estudantes do interior do Paraná

O presidente da Apre, Álvaro Luís Scheffer Junior, participou, na última quinta-feira (28), do lançamento do programa Força Verde Mirim, que tem por objetivo estimular a educação ambiental nas escolas públicas e é organizado pela Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Polícia Ambiental – Força Verde – e a empresa Águia Florestal. O termo de compromisso foi assinado na Escola Municipal Eloy Avrechack, na comunidade de Cerrado Grande, em Itaiacoca, e cerca de 30 crianças, do 4º e 5º anos do Ensino Fundamental, serão atendidas. Scheffer Junior foi responsável também por ministrar a aula inaugural do curso, que terá aulas semanais.

“Este é um grande projeto, muito bem estruturado pela Polícia Militar Ambiental. Queremos ajudar a desenvolver uma consciência ambiental com os alunos, mostrando a importância de plantar espécies nativas e exóticas em prol da conservação do meio ambiente.  Na aula inaugural pude falar sobre a importância da floresta plantada para a conservação da natureza e os produtos gerados pela floresta plantada. Foi uma grande oportunidade, pois os pais e professores ficaram tão animados e surpreendidos quanto as crianças. Esse foi um pequeno passo para começarmos a mostrar para a sociedade o valor do nosso setor e seus benefícios no âmbito ambiental, econômico e social”, destacou o presidente da Apre.

As atividades incluem aulas teóricas em sala de aula, realizadas pelos policiais da Força Verde, com o apoio dos professores, além de saídas de campo e visitas a indústrias e outros espaços, sempre explorando o tema sustentabilidade por meio de aspectos técnicos, do manejo e respeito ao meio ambiente, valorizando a cultura ambiental e cívica dos alunos, passando por vários aspectos do tema – especialmente a importância da preservação. Todos receberão materiais para as aulas, além de um uniforme similar ao da Força Verde.

“É um projeto que irá contribuir muito para os conhecimentos dos nossos alunos sobre a Educação Ambiental. Acreditamos que irá muito além da nossa escola e que renderá muitos frutos”, comenta a diretora Sueli Mika Antunes, lembrando que aproximadamente 80% dos alunos possuem familiares que trabalham na empresa patrocinadora do programa, a Águia Florestal. A Educação Ambiental já é trabalhada no currículo das escolas e a parceria fortalece o tema, segundo a coordenadora da área dentro da SME, Aparecida Castanho. “É muito relevante, pois questões ambientais que são discutidas nos currículos serão trabalhadas de maneira muito interessante por meio das atividades teóricas e práticas”, comenta a professora.

Conforme o capitão  Marcelo Veigantes, da Força Verde, o curso é desenvolvido diretamente para as crianças, que farão coletivamente atividades de plantio de mudas, limpeza de matas e córregos e uma série de visitas. “É um contato com a polícia florestal de uma forma intimista. Esse contato modifica a forma como eles assimilam os conhecimentos, o que é um diferencial. Os encontros oferecem atividades que não são oferecidas na escola. Visitamos os quarteis, apresentamos os Bombeiros, Defesa Civil, todas as forças de segurança. No final eles também terão uma viagem de estudos como encerramento das atividades”, conta Veigantes.

Para o diretor da Águia Florestal, Alvaro Scheffer, que também faz parte do conselho diretor da Apre, o programa apoia o desenvolvimento da comunidade. No programa, um dos objetivos será demonstrar a convivência possível entre a floresta plantada, com seus benefícios sociais e ambientais, com a floresta nativa, que deve ser preservada e também fortalecida. “A área ambiental é uma área técnica e apaixonante, envolve o sentimento. Queremos despertar isso nas crianças, aguçar o sentimento pela área ambiental, mas, ao mesmo tempo, oferecendo também conhecimento técnico”, comenta.02

Fonte: Interact Comunicação - Assessoria de Imprensa Apre