Floresta plantada de Eucalipto. Foto: Leandro Taques.

Sala de Imprensa

Releases

Álvaro Scheffer Junior é eleito presidente da Apre

A Associação Paranaense de Empresas de Base Florestal (Apre) terá um novo presidente para o biênio 2018-2019. O engenheiro florestal Álvaro Scheffer Junior, da empresa Águia Florestal, foi eleito em novembro, na última reunião de diretoria da entidade no ano. Segundo Scheffer, é uma grande alegria estar à frente do conselho diretor da Apre e, para os próximos anos, ele pretende continuar realizando o ótimo trabalho que as gestões passadas vinham e vêm fazendo.

“Temos como lema sempre defender de forma ativa e coletiva os direitos e interesses dos associados e de todo o setor florestal. Por isso, vamos trabalhar para desenvolver cada vez mais o setor como um todo, nas áreas de silvicultura, colheita e industrial. Além disso, sempre que possível, iremos atrás de soluções para potencializar a atividade, buscando incentivos políticos, financeiros e jurídicos, além de sempre buscar ter o governo como um aliado do setor florestal”, destaca.

Ainda de acordo com o novo presidente da Apre, a nova gestão pretende buscar parcerias com instituições de ensino e entidades que possuem o conhecimento teórico, para que, em conjunto com o setor privado, possam ser desenvolvidas melhores soluções para as empresas associadas e o setor florestal como um todo. Scheffer também ressaltou que um de seus objetivos à frente da Apre é procurar cada vez mais o diálogo com a sociedade, “para mostrar o trabalho que as empresas florestais realizam no âmbito social e ambiental, buscando reduzir a imagem negativa que algumas vezes é associada ao setor florestal”.

Hoje, o quadro de associados da Apre conta com 52 empresas, das quais 36 possuem florestas. As demais estão ligados ao setor na forma de consultorias, viveiros e empresas revendedoras de máquinas, equipamentos, produtos diversos e serviços. Os associados representam aproximadamente 50% da área plantada com floresta do Estado do Paraná. Por conta dessa representatividade, Álvaro Scheffer Junior afirma que a Associação tem como compromisso otimizar a integração e a troca de experiências entre os técnicos das empresas associadas, promovendo cursos de atualização técnica, como o tradicional workshop realizado em parceria com a Embrapa Floresta, além de acompanhar os assuntos técnicos juntos aos órgãos pertinentes. Por isso, ele garante que a entidade vai continuar trabalhando para promover o desenvolvimento do setor, buscando as melhores soluções para os associados.

“A Apre é uma das associações estaduais mais atuantes no setor florestal do país e isso só tende a ser mais efetivo se depender da força de vontade e animação dos integrantes dos conselhos gestores. Queremos cada vez mais promover o desenvolvimento e reconhecimento do setor no Estado do Paraná e no país. O Paraná já é reconhecido como um dos mais representativos no setor florestal, tendo entre seus associados as maiores empresas florestais do país e a cadeia de base florestal mais completa. Assim, essa entidade deve cada vez mais ser reconhecida e atuante perante a sociedade e os órgãos do Governo. Em 2018, ano em que a Apre completará 50 anos de atuação no setor florestal, podemos esperar muita dedicação, representatividade, resultado e respeito com seus associados e a sociedade”, completa.

Balanço do setor em 2016 

Álvaro Scheffer Junior também fez uma avaliação do setor florestal até aqui, e reforçou que o segmento teve a menor retração no país perante a crise nos últimos dois anos. Em 2016, gerou um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 71,1 bilhões, conseguiu manter os postos de trabalho num total de 3,7 milhões de empregos diretos, indiretos e efeito renda, a balança comercial foi positiva em 3,2% em relação a 2015 e teve investimentos privados de 7,7 bilhões na indústria e 4,7 bilhões na floresta.

“Com base nesses números, podemos dizer que o setor só tende a crescer nos próximos anos, pois o mercado já está dando sinais de melhora e de retomada de crescimento. O segmento como um todo continua a investir em indústria e tecnologia, e precisa ter um aumento de área plantada nos próximos anos para sustentar estes investimentos. Outra área que deve ter um crescimento considerável nos próximos anos é a de geração de energia utilizando biomassa de floresta plantada, por meio do programa de geração distribuída, viabilizando assim as florestas que estão localizadas longe dos centros consumidores”, destaca.

Admiração pelo setor 

Segundo Álvaro Scheffer Junior, a admiração pelo setor florestal começou ainda criança, já que acompanhava o pai, Álvaro Scheffer, nas fazendas durante as férias escolares. Desde pequeno, sempre conviveu com o meio florestal, colheita, silvicultura, inventário e manutenções de estradas. Tudo isso foi determinante para a decisão de seguir pela carreira florestal. Depois de cursar as faculdades de Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Administração pela FAE Business School, o primeiro desafio da carreira foi chegar à Águia Florestal e implantar procedimentos, substituir técnicas e produtos utilizados, quebrar alguns paradigmas e, principalmente, realizar a troca da colheita manual e com tração animal para uma colheita mecanizada tanto no desbaste como no corte raso. O esforço deu resultado, já que, em um ano e meio, a empresa chegou a uma redução de 70% no quadro de colaboradores na frente de colheita e dobrou a produção de toras.

Confira a nova diretoria para o biênio 2018-2019

CONSELHO DIRETOR

Presidente – Álvaro Luiz Scheffer Jr. (Águia Florestal)

1º Vice-Presidente – Afonso Mehl Junior (Berneck)

2º Vice-Presidente – José Artemio Totti (KLABIN)

3º Vice-Presidente – Gilson Geronasso (Remasa)

4º Vice-Presidente – Edson Antônio Balloni (Valor Florestal)

5º Vice-Presidente – Marcos Fabricio Burati – (Santa Maria)

Tesoureiro-Geral – Paulo Augusto Tonetto (Rio Grandense)

1º Tesoureiro – Bruno Henrique Bley Branco (Chopin)

Secretário-Geral – Maria Harumi Yoshioka (Arauco)

1º Secretário – Álvaro Luiz Scheffer (Águia Florestal)

CONSELHO FISCAL

Membro Efetivo – André Luis Cellarius (Águia Florestal)

Membro Efetivo – Cláudio Ferro (Remasa)

Membro Efetivo – Fabio Luis Brun (RMS)

Membro Suplente – Adriane Villela (NGB)

Membro Suplente – Cláudio Luis Ortolan (Klabin)

Membro Suplente – Diego Moreira (Madem)

Fonte: Interact Comunicação - Assessoria de Imprensa Apre