Pinus. Foto: Berneck.

Sala de Imprensa

Notícias

Reunião técnica mensal apresenta soluções do Senai para aumentar inovação nas indústrias

Encontro aconteceu na sede da Apre, em Curitiba (PR)

Representantes das empresas associadas estiveram na Apre no dia 14 de setembro para a reunião técnica mensal. Andrea Cristina Cardoso, técnica do Senai, apresentou aos participantes as “Soluções para aumento da competitividade do seu negócio”, como os institutos de Tecnologia e Inovação, que foram criados para implementar a cultura de inovação nas indústrias.

“Esses institutos são uma parceria entre universidades, o Senai e as empresas para promover pesquisa, desenvolvimento e inovação. Buscamos tecnologia laboratorial de ponta e profissionais altamente qualificados”, explicou.

Andrea comentou que a instituição já atendeu grandes empresas, como Klabin, Tecverde, Grupo Boticário, Novozymes, entre outros, e, ao todo, tem 91 projetos em colaboração com as indústrias.

“No instituto de Inovação, falamos em pesquisa transversal, ou seja, pode passar por qualquer setor. É pesquisa aplicada, algo novo, diferente. Já no de tecnologia, trabalhamos dentro do setor industrial. Nesses institutos, temos pesquisa direcionada ao setor, serviços laboratoriais e consultoria”, disse.

Durante a palestra, técnica do Senai citou alguns trabalhos realizados pelo instituto voltados, por exemplo, para madeira e mobiliário, papel e celulose e meio ambiente. “Vamos até a indústria e desenvolvemos um projeto junto com ela. Se existir um setor que precisa ser alavancado, entramos com gestão e tecnologia, e a indústria segue o caminho. Também podemos apoiar com cursos e com outras ações”, afirmou.

Para o trabalho seja assertivo, Andrea destacou que o Senai precisa conhecer e entender as dificuldades do setor para pensar em soluções que possam se converter em valor. Ela ressaltou, ainda, que o diagnóstico e a visita não têm custo. “As empresas devem trazer as dificuldades para que o Senai possa oferecer soluções. Precisamos nos aproximar, receber ideias e críticas para alavancar bons negócios”, finalizou.

Pauta

Ainda durante a reunião, a Apre trouxe mais uma vez para a discussão o licenciamento de cascalheiras, destacando as ações da Associação para conseguir mudanças junto ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Além disso, o encontro serviu para discutir também a Consulta Pública do Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas, batizada de PlantarFlorestas.

Por fim, os participantes receberam informações sobre o curso de “Atualização em Aplicação de Herbicidas”, que será promovido pela Apre no dia 17 de outubro, na sede da Emater, atendendo a uma demanda levantada pelas associadas.

A próxima reunião técnica da Apre vai acontecer no dia 05 de outubro, na sede da associada Santa Maria, em Guarapuava.