AAA Parceria entre governo do Paraná e Klabin assegura R$ 450 milhões para infraestrutura | Apre Florestas

Pinus. Foto: Berneck.

Sala de Imprensa

Notícias

Parceria entre governo do Paraná e Klabin assegura R$ 450 milhões para infraestrutura

Projeto prevê melhorias na malha viária da região do projeto

O governo do Paraná e a Klabin anunciaram nesta terça-feira, 17, um investimento por parte da empresa de R$ 450 milhões em obras de infraestrutura. O recurso é parte dos R$ 9,1 bilhões que estão sendo investidos pela companhia na ampliação da planta de Ortigueira.

Um dos maiores investimentos privados da América Latina, o Projeto Puma II foi incluído no programa de incentivos do governo estadual e deve gerar 9.000 empregos diretos e indiretos na fase de implantação, além de mil postos de trabalho durante a operação.

O protocolo de intenções que formalizou o investimento, que prevê melhorias nas malhas viárias existentes na região de influência do projeto, foi assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, pelo diretor-geral da Klabin, Cristiano Cardoso Teixeira; o diretor de Projetos da empresa, Francisco Razzolini; e pelos secretários Renê Garcia (Fazenda), Valdemar Bernardo Jorge (Planejamento e Projetos Estruturantes) e Sandro Alex (Infraestrutura e Logística).

O empreendimento da Klabin, afirmou o governador, ajuda a consolidar o ambiente industrial do estado e traz uma transformação a toda a região dos Campos Gerais. “Além de gerar empregos e ampliar o desenvolvimento econômico e social da região, a confirmação desse investimento é um atestado do bom ambiente do estado, um grande cartão de visitas”, disse. “Quando consolidamos este projeto, outras grandes empresas passaram a olhar o Paraná com bons olhos”, ressaltou.

“O compromisso assumido pela Klabin demonstra que nossos esforços estão orientados para o crescimento integrado e responsável. Assim como nossa indústria, os projetos que serão aprovados para esse investimento estarão guiados pela inovação, tecnologia e sustentabilidade, o que beneficia as comunidades do entorno de nossas operações”, afirmou o diretor-geral da Klabin, Cristiano Teixeira.

Obras

Durante o primeiro trimestre de 2020, a Klabin e a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Seil) trabalharão no planejamento e detalhamento das obras e cronogramas. A empresa deverá executar as construções no período 2020 a 2024.

“As obras serão definidas em conjunto com a fábrica, atendendo às suas demandas e também a da população que vive na região”, afirmou o secretário Sandro Alex. “O importante é que todos serão beneficiados com estradas melhores, adequações e ampliação de capacidade que vão dar mais segurança para todos”, ressaltou.

Em contrapartida aos investimentos em infraestrutura que serão realizados pela Klabin, o Paraná concederá crédito presumido de ICMS, limitado ao valor efetivamente investido.

O protocolo também prevê contrapartidas do estado para a região de influência do Projeto Puma II, como complementação de efetivos do batalhão da Polícia Militar, Corpo de Bombeiro e Polícia Civil; a implantação de Instituto Médico Legal (IML), Delegacia Cidadã e Centros de Socioeducação (Cense); e o funcionamento do Hospital Regional de Telêmaco Borba.

 

Fonte: Canal Rural – Blog Floresta S/A