AAA Palestra vai discutir controle biológico e soluções para pragas exóticas | Apre Florestas

Pinus. Foto: Berneck.

Sala de Imprensa

Notícias

Palestra vai discutir controle biológico e soluções para pragas exóticas

Diretor da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp é um dos convidados do 7º Workshop Apre/Embrapa Florestas

Um dos maiores desafios do setor florestal são as pragas, que podem causar grande prejuízo às florestas. Por isso, as empresas vem buscando soluções a partir de pesquisa científica justamente para realizar o controle ou eliminar a praga. O assunto é tão importante que vai fazer parte da programação do 7º Workshop Apre/Embrapa Florestas. O evento está marcado para acontecer entre os dias 19 e 20 de março, em Colombo (PR), na sede da Embrapa Florestas, e terá como tema principal “Os cuidados com as florestas plantadas: proteção e sanidade”.

De acordo com informações da Embrapa, a pesquisa científica trabalha para entender a dinâmica de uma praga e buscar respostas. Com relação ao tema, o órgão cita o Manejo Integrado de Pragas, uma alternativa viável, com a aplicação de medidas biológicas, culturais, genéticas e mecânicas que possibilitam reduzir a população de pragas em níveis toleráveis; e o controle biológico de pragas, que procura desenvolver tecnologias que trazem inimigos naturais das pragas para ajudar no seu controle, reduzindo ou eliminando o uso de produtos químicos. Além disso, também são necessárias medidas de monitoramento e detecção da entrada de novas pragas no país.

Para falar sobre o assunto, a organização do workshop convidou Carlos Frederico Wilcken, diretor da Faculdade de Ciências Agronômicas da Universidade Estadual Paulista (Unesp), que vai trabalhar o tema “Manejo Integrado de pragas – Integração de sistemas”. Segundo ele, a palestra vai focar no controle biológico, com apresentação de casos de pragas exóticas de eucalipto no Brasil e a abordagem do manejo integrado de pragas.

“Precisamos mostrar como está a situação das infestações de pragas em cada região e como estão controlando essas pragas, para promover o debate. Para isso, vamos atualizar as informações sobre o avanço das pragas florestais no Brasil e no mundo e os resultados recentes dos programas de controle biológico no Brasil. Hoje, há o risco de introdução de novas pragas, mas também existe a possibilidade de instalação de biofábricas de inimigos naturais e de bioinseticidas para o manejo das pragas florestais”, adiantou.

Workshop Apre/Embrapa Florestas

O encontro foi idealizado com o objetivo de reunir gerentes, coordenadores, supervisores e demais profissionais envolvidos na área para tratar de um dos temas mais importantes no setor florestal, que é a sanidade das florestas plantadas. Por isso, a Embrapa Florestas e a Apre convidaram referências no segmento de cuidados silviculturais com as florestas plantadas para tratar do assunto. Além de renomados palestrantes e especialistas, o Workshop Apre/Embrapa Florestas contará com a presença de empresas da área de equipamentos, serviços e negócios para estimular o networking e a troca de experiências entre os participantes.

A programação do evento foi dividida em quatro blocos: Questão das pragas em florestas plantadas; Efeitos da Matocompetição e a interação com as pragas na floresta; Monitoramento, estimativas e cenários de perdas não planejadas; e Como se organizar para proteção florestal / A experiência das empresas florestais.

Para se inscrever, basta acessar o site www.apreflorestas.com.br/evento. As inscrições custam R$ 450,00 para profissionais de empresas associadas à Apre; R$ 550,00 para profissionais de empresas associadas à Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR) e à Associação Gaúcha de Empresas Florestais (Ageflor); e R$ 650,00 para profissionais de empresas não associadas.

19/03 – A questão das pragas em florestas plantadas

08h30 – 08h50 Credenciamento e Abertura

08h50 – 09h00 Boas-vindas

09h00 – 10h00 Visão Geral Sobre Pragas em Florestas Plantadas – Edson Tadeu Iede/Especialista em Entomologia

10h00 – 10h30 Networking Coffee

10h30 – 11h15 Barreiras e Entraves para Exportação de Madeira do Brasil – Carlos Goulart/MAPA

11h15 – 12h00 Análise de riscos de pragas, controles biológico e químico no MIP Florestais – José Eduardo Petrilli Mendes/IBÁ

12h00- 12h30 Debate com palestrantes

19/03 – Efeitos da matocompetição e a interação com as pragas na floresta

14h00 – 14h45 Resistência de plantas daninhas a herbicidas – Artur Arrobas Martins Barroso/UFPR

14h45 – 15h30 A experiência da Arauco no Controle de Plantas Daninhas e Pragas na Cultura de Pinus – Rodrigo Toledo Coutinho/Arauco

15h30 – 16h15 Manejo Integrado de pragas – Integração de sistemas – Carlos Wilcken/Unesp

16h15 – 16h45 Portifólio Futuragro – Francisco de Assis Solak

16h45 – 17h15 Debate com palestrantes

17h15 – 17h45 Networking Coffee

20/03 – Monitoramento, estimativas e cenários de perdas não planejadas

08h20 – 08h50 Portifólio Casa do Adubo – Marcelino A. Amaral Filho

08h50 – 09h35 Tecnologias aplicadas no monitoramento e classificação de danos por pragas e doenças – Alexandre Coutinho Vianna Lima/Manejo Integrado de Pragas Florestal

09h35 – 10h20 Precisão: O grande desafio no manejo de florestas plantadas – Julio Eduardo Arce/UFPR

10h20 – 10h50 Networking Coffee

10h50 – 11h35 Modelagem biológica e análises de impacto financeiro no suprimento de madeira – Cesar Junio Santana/Remsoft

11h35 – 12h20 Macaco prego – Mensuração dos danos e estratégias para redução de perdas – Dieter Liebsch/Arauka Ambiental

12h20 – 12h40 Debate com palestrantes

20/03 – Como se organizar para proteção florestal – A experiencia das empresas florestais

14h00 – 14h45 A organização de sistema integrado de prevenção e combate aos incêndios florestais – Fabio Ferlin/WestRock

14h45 – 15h30 Integração do sistema de monitoramento de pragas, doenças e de plantas daninhas – Mariane Bueno Camargo/Klabin

15h30 – 16h15 Aplicativo para o Manejo Integrado de Pragas (MIP) para formigas cortadeiras na região sul do Brasil – Wilson Reis e Mariane Nickele/Embrapa Florestas

16h15 – 17h00 Gestão da Produtividade Florestal: Um olhar integrado sobre os riscos de produção – Eduardo Moré de Mattos/Geplant

17h00 – 17h20 Debate com palestrantes

17h20 – 17h40 Networking Coffee

 

Serviço

7º Workshop Apre/Embrapa

Data: 19 e 20 de março de 2020

Local: Embrapa Florestas – Estrada da Ribeira, km 11 – Colombo (PR)

Inscrições: www.apreflorestas.com.br/evento/7o-workshop-embrapa-florestas-apre/

Informações: apreflorestas@apreflorestas.com.br – (41) 3233-7856