Pinus. Foto: Berneck.

Sala de Imprensa

Notícias

Indústria global de floresta e papel direciona esforços em pesquisa e novos produtos florestais

A indústria florestal é líder no desenvolvimento de produtos e processos inovadores para beneficiar a sociedade

Em seu décimo quinto aniversário, o Conselho Internacional de Associações Florestal e Papel (ICFPA), que tem entre seus membros a Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), refletiu sobre seus propósitos com uma nova declaração de intenção para o futuro:

“Beneficiar a sociedade global por meio da colaboração entre indústrias, governos e organizações não governamentais na criação de políticas públicas que facilitem a fabricação de produtos sustentáveis a partir de recursos florestais inexplorados e reciclados que satisfaçam as necessidades humanas de energia embalagem, habitação, higiene, informação e outros produtos inovadores”.

A declaração de intensão do ICFPA conecta pessoas a produtos e ao planeta, razão pela qual nós existimos. A indústria florestal é líder no desenvolvimento de produtos e processos inovadores para beneficiar a sociedade. Com base na compreensão da importância do uso prudente dos recursos naturais, podemos garantir a sua disponibilidade para as gerações futuras, ao mesmo tempo em que os usamos agora. O ICFPA também atualizou sua missão, ampliando o escopo da organização para representar uma indústria florestal inovadora:

“Servir como um fórum de diálogo global entre as associações industriais nacionais e regionais e suas lideranças com o objetivo de cooperar no desenvolvimento de posições comuns sobre questões de interesse mútuo, representar as indústrias florestais, de papel, madeiras e celulose com políticas globais e coordenar ações e distribuir informações por meio das associações-membro.”

“A indústria global de produtos florestais tem investido significativamente em pesquisa, desenvolvendo novos produtos e tecnologias para fazer o melhor uso da madeira e dos produtos à base de fibras. Somos uma indústria inovadora, com um papel fundamental, na transição para uma economia mais verde e sustentável que beneficiará as gerações atuais e futuras”, disse Jane Molony, presidente do ICFPA. “Com as revisões na missão e na declaração de intensões, esperamos promover, nos próximos anos, os interesses das indústrias florestais, de papel, madeira e celulose em todo mundo e servir como fonte de informação para governos e outras partes interessadas”.

Fonte: Painel Florestal