Pinus. Foto: Berneck.

Sala de Imprensa

Notícias

Embrapa e Funcema retomam produção do Nematec

As equipes do Laboratório de Entomologia da Embrapa Florestas e do Funcema retomaram a produção do Nematec e as primeiras doses serão encaminhadas às Associações florestais ainda esta semana. “O trabalho de combate à vespa-da-madeira deve continuar mesmo durante a pandemia”, alerta a pesquisadora Susete Chiarello Penteado, da Embrapa Florestas. “Por isso, nossas equipes aguardaram o máximo que podiam, mas agora a produção foi retomada para que empresas e produtores possam dar sequência ao combate à praga”, explica.

Para ser efetiva, a aplicação do Nematec deve ser feita até a segunda semana de agosto. As demais ações de monitoramento, como a instalação de árvores-armadilha, a amostragem sequencial e amostragem sistemática também devem ser realizadas. “A vespa-da-madeira é uma praga que exige constante monitoramento e cuidado, caso contrário, seu ataque pode tomar grandes proporções e causar uma série de prejuízos”, adverte a pesquisadora.

Levantamento e envio
Todo o levantamento de necessidades e envio das doses é coordenado pelo Funcema. A quantidade de doses enviadas é mensurada pelo Funcema, em parceria com as associações do setor florestal do Paraná/Apre, Santa Catarina/ACR e Rio Grande do Sul/Ageflor. Os estados de São Paulo e Minas Gerais também são suscetíveis ao ataque e devem fazer contato com o Funcema para solicitar as doses.

Evento online alerta para cuidados e explica produção do Nematec
Para alertar sobre os cuidados com a vespa-da-madeira e esclarecer sobre a produção do Nematec, no dia 19/06 a Embrapa Florestas realizou uma live com a Dra. Susete Chiarello Penteado, da Embrapa Florestas. No evento online, a pesquisadora explicou o processo de preparação das doses do Nematec. “Existe um ciclo biológico do nematoide e todo um processo de laboratório para seu cultivo, por isso não é possível disponibilizar as doses de imediato”, explicou a pesquisadora. “No início do período de quarentena da pandemia, não havia possibilidade de transportar as doses e muitas empresas estavam analisando como seriam seus trabalhos de campo”, pondera. Com isso, a produção do Nematec foi reduzida.

Em consulta às empresas, Funcema e Embrapa Florestas decidiram pela retomada da produção, adotando os devidos protocolos e cuidados em relação ao coronavírus. “São necessários cerca de 60 dias para o ciclo de preparação das doses. Como mantivemos uma parte do ciclo ativa, foi possível produzir algumas doses em 30 dias. A tendência, agora, é que a produção aumente a cada semana”, finaliza. A produção inicial esperada era de 180 doses, mas a equipe do Laboratório de Entomologia e do Funcema conseguiu aumentar e efetividade do processo e, neste primeiro envio, serão distribuídas 400 doses.

Neste vídeo, a Dra. Susete Chiarello Penteado explica sobre a produção do Nematec e a importância dos cuidados com a vespa-da-madeira.