Pinus. Foto: Berneck.

Sala de Imprensa

Notícias

Consulta Pública do Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas

Contribuições podem ser enviadas até o dia 05 de outubro

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) abriu, no início de setembro, uma Consulta Pública do Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas (PlantarFlorestas), com o objetivo de levantar contribuições da sociedade para implementar o programa, que tem ações previstas para os próximos dez anos. A Apre participou, desde o início dos trabalhos, do grupo que elaborou a proposta, juntamente com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), associações estaduais, IBÁ e MAPA, liderado pela Embrapa Florestas,. No dia 20 de setembro, a Associação reuniu representantes das empresas florestais para buscar opiniões acerca do tema. A consulta pública ficará aberta até o dia 05 de outubro. Os interessados em contribuir deverão enviar suas considerações para o e-mail apreflorestas@apreflorestas.com.br. O documento poderá ser acessado neste link.

Segundo informações do portal do Mapa, o PlantarFlorestas apresenta um diagnóstico do setor, com os principais aspectos ambientais, sociais e econômicos, e traz algumas metas, como a de aumentar em dois milhões de hectares a área de cultivos comerciais. Atualmente, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a área cultivada chega a 10 milhões de hectares, principalmente com eucalipto, pinus e acácia.

Ainda de acordo com a matéria, o segmento também tem grande participação na balança comercial. Em 2017 as exportações só ficaram atrás do complexo soja, de carnes e do setor sucroalcooleiro. De acordo com a Indústria Brasileira de Árvores (IBÁ), o país lidera o ranking de produtividade florestal, com média de 35,7 m³/ha/ano, o que representa quase duas vezes mais do que a produtividade dos países do hemisfério norte. A área com florestas plantadas ocupa apenas 1% da área do país, mas é responsável por 91% de toda a madeira produzida para fins industriais. De acordo com dados da IBÁ, o valor da produção florestal atingiu R$ 18,5 bilhões em 2016 e gera 510 mil empregos diretos.