Pinus. Foto: Berneck.

Sala de Imprensa

Notícias

Conheça a ‘Floresta de Trump’, iniciativa que está plantando árvores pelo mundo inteiro

Grupo quer plantar 100 bilhões de árvores até 2025

Mesmo entre tantas declarações e propostas polêmicas já proferidas por Donald Trump desde que começou sua campanha à presidência dos Estados Unidos, seu descaso quanto às questões ambientais consegue se destacar. Ele já anunciou a saída dos EUA do acordo de Parisnega que o aquecimento global seja causado pelas atividades humanas e anulou o esforço do governo Obama de diminuir o uso de carvão como fonte de energia.

Embora muitos de seus apoiadores concordem com cada um desses pontos, ambientalistas de todo o mundo estão assustados com o que o futuro nos reserva caso Trump siga na contramão do esforço mundial por diminuir a emissão de carbono.

Como fazer o presidente norte-americano mudar de ideia não parece tão simples, um grupo decidiu traçar uma meta mais fácil de se atingir: plantar 100 bilhões de árvores até 2025, o que neutralizaria o aumento da emissão de carbono que os planos de Trump parecem encaminhar.

De acordo com especialistas, o plano de Obama para fazer com que os EUA utilizassem energia mais limpa reduziria as emissões de carbono do país em 650 megatoneladas de 2017 a 2025. Após Trump decidir cancelar o programa foi criado o projeto Trump Forest.

Um britânico, um norte-americano e um neo-zelandês se juntaram para buscar a ambiciosa meta de anular a emissão das 650 megatoneladas de carbono. Para isso são necessárias 100 bilhões de novas árvores no planeta até 2025. “Só uma pequena porcentagem do planeta votou em Trump, mas todos nós precisamos lidar com as consequências de sua ignorância em relação ao clima”, diz Adrien Taylor, um dos fundadores do projeto.

Para alcançar o objetivo, eles pedem a colaboração de pessoas de todo o mundo de duas maneiras: é possível fazer doações financeiras a parceiros, que usam o dinheiro para plantar as árvores, ou plantar por conta própria e enviar um comprovante pelo site para que os organizadores possam mapear as árvores já cultivadas.

A meta é super ambiciosa, mas os números são animadores: o projeto começou em março, e já foi responsável por plantar 260 mil árvores em vários pontos do planeta – no Brasil foram apenas dez, graças a uma doação feita por uma moradora de Nova York. Já são mais de 900 colaboradores, e o número segue crescendo. Se quiser ajudar, basta acessar o site (em inglês) e fazer sua doação!

Fonte: Hypeness