Pinus. Foto: Berneck.

Sala de Imprensa

Notícias

Austrália avança na adoção de política de incentivo à madeira nas construções

Governo da Tasmânia foi o primeiro estado a implantar a medida, que pede que a madeira seja considerada como o principal material em projetos de construção

O governo do Estado da Tasmânia, na Austrália, implantou a Política de Incentivo à Madeira (Wood Encouragement Policy – WEP, em inglês), iniciativa que até então ganhava apoio apenas de governos de pequenas comunidades australianas. A Tasmânia foi o primeiro governo estadual no país – ou seja, um governo de maior porte – a adotar uma ação neste sentido.

A medida exige que os produtos de madeira de origem responsável sejam considerados, sempre que possível, como principais materiais em projetos de construção, reforma, adequações ou montagem. A política abrange, especialmente, prédios públicos.

O WEP está em vigor desde junho de 2017 no governo da Tasmânia e, desde então, conselhos locais dentro do estado vêm manifestando interesse em adotar a medida. No entanto, o primeiro a efetivamente seguir o exemplo do governo estadual foi o conselho de Dorset, que aderiu à iniciativa em outubro deste ano.

Na Austrália, conselhos locais espalhados em outros estados também vêm implantando o WEP nos últimos anos, segundo informações divulgadas pelo programa Make it Wood, que incentiva o uso de madeira de origem responsável como material nas construções australianas. Atualmente, 16 conselhos locais, dois órgãos governamentais e o Estado da Tasmânia seguem o WEP.

Saiba mais sobre o WEP clicando aqui.

Fonte: Portal Madeira e Construção com informações do Make it Wood