Pinus. Foto: Berneck.

Sala de Imprensa

Notícias

Arquiteto vai apresentar Núcleo de Referência em Tecnologia da Madeira durante Simpósio em Curitiba

Proposta da iniciativa é disseminar os benefícios da madeira como material construtivo

Para unir todas as pontas envolvidas na construção sustentável – setor de base florestal, indústrias, universidades e consumidores finais – um grupo de especialistas decidiu criar o Núcleo de Referência em Tecnologia da Madeira, que será o primeiro no Brasil, com a missão de divulgar o uso intensivo da madeira de maneira nobre e qualificada. Esse será o tema do arquiteto Marcelo Aflalo, coordenador geral da iniciativa, durante o 4º Simpósio Madeira & Construção, que acontece entre os dias 20 e 21 de setembro, em Curitiba (PR)

De acordo com Aflalo, o Núcleo não tem restrições de participantes e pretende reunir arquitetos, engenheiros, empresários, pesquisadores e pessoas interessadas no tema. “No  fim da cadeia estão os estudantes, que vão se inteirar de todas as possibilidades, das teses que foram desenvolvidas, de uma biblioteca competente, de palestras e outras ações, porque serão eles os responsáveis por formar a geração que, de fato, vai implantar a indústria da madeira no Brasil”, afirma.

Reunindo iniciativa privada, organizações do terceiro setor, profissionais ligados ao tema “construção com madeira” e instituições públicas, o grupo vai desenvolver, como primeira ação, um website para estimular a troca de informações. Segundo o arquiteto, a ferramenta “será basicamente um canal de comunicação entre o Núcleo e os beneficiários, que é toda a comunidade. Nele, teremos um espaço para contribuição de todos, definitivamente um canal de comunicação e troca”, destaca.

A ideia é que este portal, conforme Aflalo explica, seja constantemente atualizado por todos os envolvidos na cadeia e receba, aos poucos, filmes de técnicas, produtos ou projetos específicos. “O website não servirá como um portal da madeira, porque não tem essa vocação. A vocação dele é a de unir as pontas, porque queremos abrigar todas as tendências e possibilidades e fazer com que elas convivam e gerem um mercado em potencial. Hoje esse mercado não existe”, avalia Aflalo.

Depois de concluída esta etapa, o segundo passo do grupo é chegar à área da formação, oferecendo, a partir de outubro, palestras e pequenos cursos específicos, que utilizarão, entre outras coisas, um acervo com informações sobre madeira e fisiologia de cultura da madeira. Além disso, o grupo também projeta oferecer viagens e visitas às obras aos associados como forma de integrar as cadeias. A terceira frente de trabalho do Núcleo será a criação de um conselho para avaliar propostas ligadas a eventos e promoções específicas, para que seja possível viabilizá-las e garantir a participação geral dos beneficiários.

Atualmente, a sede é em São Paulo (SP), mas a proposta é que o Núcleo seja replicado a outros Estados, já que, segundo Marcelo Aflalo, essa é uma ação nacional. Além disso, cada Estado tem suas próprias questões ambientais, ecológicas e geográficas, e a  proposta do grupo é criar a ponte entre todos, fazendo com que as boas práticas de um contaminem os outros.

“Por isso, não faz sentido ter uma única sede. Faz sentido ter sedes em lugares que utilizem material comum, que possam contribuir com suas especificidades e que peçam apoio às outras sedes para ajudar no desenvolvimento local. Queremos descentralizar as ações”, comenta.

O projeto da sede de São Paulo será idealizado dentro dos mais modernos conceitos de sustentabilidade e para ser um local totalmente, autossustentável, com 80% dos elementos feitos em madeira e geração própria de energia. A proposta do Núcleo é que a construção funcione como um “show room”, mostrando as múltiplas possibilidades do uso da madeira.

O espaço terá área para exposição, xiloteca (que reúne amostras de madeira), salas para realização de oficinas de qualificação profissional e para reuniões. Haverá, ainda, prestação de serviços, como desenvolvimento de pesquisas e locação de ambiente para coworking. “Queremos que o Núcleo se torne referência para as organizações do setor produtivo, empresas, academia e cidadão”, completa Marcelo Aflalo.

Serviço

4º Simpósio Madeira & Construção
Data: 20 e 21 de setembro
Local: Auditório do Cifloma – campus Jardim Botânico da UFPR – Av. Prefeito LothárioMeissner, 632 – Jardim Botânico, Curitiba (PR)
Informações e inscrições: www.expomadeira.com.br

Fonte: Assessoria de imprensa da Apre