Pinus. Foto: Berneck.

Sala de Imprensa

Notícias

Apre participa de reunião na Adapar

Encontro aconteceu no dia 24 de setembro

No dia 24 de setembro, o diretor executivo da Apre, Carlos Mendes,participou de uma reunião na Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) que contou com a presença dos técnicos da agência, Marlene Soranso e Marcilio Martins Araújo, além de Susete Penteado e Edson Tadeu Iede, da Embrapa Florestas. O objetivo do encontro foi traçar metas e revisar o programa de controle da vespa-da-madeira para 2019.

Segundo Mendes, a Apre realizou, com o apoio de suas associadas, um mapa com área de florestas plantadas das empresas associadas à Apre e ao Fundo Nacional de Controle de Pragas Florestais (Funcema). “A ideia é ter um mapa com as áreas que estão em controle e mais uma extensão com alguns quilômetros onde a própria vespa faria o controle, particularmente nas áreas de pequenos e médios produtores florestais. Podemos colocar os pontos de GPS que estão com a Adapar para ter um geral do Estado”, explicou Carlos Mendes.

Além disso, foi discutido no encontro a importância de se ter um bom programa de treinamento e comunicação para todas as ações em relação ao controle da vespa. Assim, foram programados cursos de treinamento para pessoal das empresas em 2019, nas cidades de União da Vitória, Lapa e Guarapuava (Inácio Martins), mas outras localidades podem ser elencadas para cursos. Outro ponto que ficou definido é a oferta de cursos, em parceria com a Embrapa, para técnicos da Adapar das regionais Curitiba, Ponta Grossa, União da Vitória, Pato Branco, Guarapuava e Francisco Beltrão.

Outro ponto abordado na reunião foi a necessidade de uma comunicação mais efetiva. Para isso, a Embrapa e o Funcema devem reativar o boletim de comunicação “Sirex Notícias”, que já teve circulação nas décadas de 1990 e 2000. A publicação deverá ser eletrônica e trimestral. Sobre o assunto, Mendes ressaltou que há uma grande oportunidade para as associações estaduais – ACR, Ageflor Apre – de manter o boletim com notícias de seus programas em cada Estado.

Por fim, a Embrapa elaborou um calendário de atividades de monitoramento e controle da vespa-da-madeira, que servirá para que o Funcema dispare alertas para as empresas sobre o momento de executar determinada atividade; e a Adapar vai estudar a simplificação dos formulários para cadastro das atividades da vespa-da-madeira.